Depois de uma busca em minhas coisas, achei interessante postar pérolas de RPG por que afinal sempre tem um palhaço para fazer alguma cagada na mesa XD. As de hoje foram retiradas da revista Dragão Brasil nº 81, um outro dia eu começo a postar pérolas do meu grupo, só deixa arrumar uma quantidade suficiente:

Sem talento para o Ramo

Aventura de 3D&T ocorrendo em Arton. O Grupo deve adentrar em uma torre vigiada, então um dos jogadores se prontifica a escalar a parede e invadir a janela do segundo andar. Na rolagem de dados...6. Falha. O personagem despenca.
Após invadirem a tal torre, há uma porta trancada. O mesmo jogador faz um teste para abrir a porta com explosivos. O resultado de sua jogada é um...6. Nova falha, seguida de uma explosão que o desacorda.
Por fim, horas depois, o azarado personagem (com sua armadura ZERO) tenta se esquivar do ataque de um KOBOLD e tira...6. Morte instantanea.
Se vocês estão assustados com o azar do personagem, fiquem mais assustados ainda, porque ele - que não conseguiu invadir um local, arrombar uma porta e perdeu para um kobold - era um LADRÃO.
 ---------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Quero Ser Mago!
Depois de jogarem pela enésima vez  um certo sistema, um grupo veterando de RPGistas decide mudar de jogo.
Mestre: Eu voto em AD&D. Faz tempo que não jogamos RPG medieval.
Jogador: Pô, mas a gente comprou o Mago: A Ascenção esses dias e quase não jogamos...
Mestre: Eu quero jogar AD&D. Vocês sabem que é o meu favorito.
Todos os cinco Jogadores: QUEREMOS JOGAR MAGO!!!
Mestre: Se não for AD&D, não jogo nenhum outro. Arrumem outro mestre.
O silencio toma o ambiente, até que uma sábia mente insana anuncia:
Jogador: Então vamos jogar AD&D com um grupo de magos!
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------
"Posso escolher qualquer personagem do livro? Então eu quero ser este artista MARCIANO aqui!"
- Um "experiente" jogador, encontrando o Artista Marcial no manual do aventureiro
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
"Eu apanho meu simbolo sagrado COM AS DUAS MÃOS, beijo e arremeso para o céu, em direção ao meu deus."
- Um clérigo que, na ocasião, segurava-se em uma corda sobre um abismo...
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Grupo de Star Wars. Chegamos em frente a uma base do Império que era guardada por um grupo de Stormtroopers.
 - Eu agora, o que vamos fazer? - pergunta o Soldier
 - Deixa comigo - responde o Jedi com sorrisinho malicioso.
 - Vai usar a persuasão da Força?
 - Não, eu vou usar a persuação PELA força.
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Aventura em Tormenta. Os heróis cruzavam o Deserto da Perdição há dias, sem água e comida. O anão paladino e o mago elfo falham em seus testes de resistencia e desmaiam.
A maga elfa, a unica a passar nos testes de resistencia, diz:
 - Eles desmaiaram??? VOU DESMAIAR TAMBÉM!!!!!
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------
"Vocês entram em uma sala REDONDA, na qual existe um baú em seu CANTO ESQUERDO!"
-Mestre que se julga muito sabido em geometria.
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------
  - Vocês encontram um frasco de poção da cura - diz o Mestre.
  - E o que ela faz? - pergunta o anão.

----------------------------------------------------//----------------------------------------------------------

Bom galerinha do mal, por hoje são esses ai, outro dia eu posto mais =]

See ya, May the force will be with you.

No continente de Arnária, o domínio territorial humano está divido em seis linhas de poderes, que irei resumir agora e posteriormente colocarei detalhes de cada um:

Império Sóriano: É o império com maior influencia politica no continente. Seu domino é limitado pelo Grande Lago (a leste), pelo rio Tzuandranda (a oeste) e se estende até 40km da capital (ao sul). Sua capital é Sórin. Conhecido (e temido) principalmente pelos conhecimentos em magia.

Reino de Teblas: Reino ao Sul de Arnária, possui um poder militar bastante forte. À leste é limitado pela Floresta dos Sonhos, à oeste pelas Montanhas Esmeraldas e, ao norte, se estende até uma linha imaginária e cruza a Fenda de Dobafadel. Sua capital é Teblas, e é o lar do maior numero de espadachins do continente.

Reino Duan: Se localiza no sudeste do continente, envolto pela Floresta dos Sonhos. Limitado pelos rios Dhars (norte) e Bohr (sul), e, às margens da Floresta dos Sonhos, possui uma muralha limitando seu domínio à nordeste, que se estende por todos os seus limites. Sua capital é Dandreas. É o lar dos caçadores e dos druida.

Império Bareno: Localizado no extremo leste do continente, no deserto de Kardoc, e é o berço da civilização humana. Seu domínio se estende por todo o deserto. Sua capital é Albaren, e seus guerreiros mais famosos são os membros da organização Skyrv, uma seita secreta especializada na arte do assassinato.

Republica de Tainbroc: Fica no extremo oeste do continente, na península maldita. Muito mais desenvolvida tecnologicamente que as outras civilizações, são os descendentes dos já extintos alquimistas e dos navegadores além da linha de Lhuv. Seu domínio se estende por toda a península e é limitado pelas Montanhas Esmeraldas. Sua capital é Tainbroc. Lar dos atiradores.

Pseudomonarquia Isferun: Localizado na ilha Fizos, é composto apenas por um "palácio-cidade" cahamado Isferun. Eles são responsáveis por manter todos os maiores criminosos dentro da ilha, repleta de vampiros, calistos e outras criaturas diabólicas.
Dia 72 do verão, o ciclo do Fogo, ano de 1859, metrópole de Teblas, Reino Teblas. Aquela era especial para os alunos da Academia de Espadachins Arnáriana Central. Todos os formandos daquele ano estavam buscando suas licenças. Para um dos alunos essa era muito mais significante do que para os outros. Eleodora Masdofa era a primeira mulher a obter a licença para a esgrima, isso fazia seu coração bater extremamente forte e rápido, e aumentava a cada vez que um nome era chamado. A cada nome chamado um aluno se levantava junto a uma salva de palmas. Ela sabia que seria deixada para ultima, afinal sempre fora descriminada na academia, só foi levada a sério quando foi adotada como pupila por Mendel, um dos melhores espadachins da historia e mesmo assim muitos diziam que Mendel só a havia acolhido como pupila por ser uma mulher atraente. Ela e seus dois companheiros de treino estavam ansiosos, os pupilos de Mendel seriam os últimos a serem chamados.
- Condecoramos Deisrel Rá com o titulo de espadachim – foi quando um dos companheiros de treino de Eleodora se levantou, olhou com certo desprezo para seus companheiros e foi em direção ao altar – Agora lhe entregamos o titulo de Deisrel Rá, ordem de Mendel, sexta classe.
Deisrel recebeu uma medalha e voltou ao seu lugar. O próximo seria Aldaim, o único companheiro de verdade que Eleodora tivera durante o treinamento, o único o qual a apoiou mesmo ela sendo uma mulher. Eleodora sentia um carinho muito especial por ele e, agora nessa formatura, se sentia orgulhosa de seu amigo ter conseguido se formar, pois ela se lembrava dos treinamentos, onde ela percebia que Aldaim não tinha muito talento para a esgrima e que ele preferia as lavouras e o cuidado com os animais. Ele havia seguido os desejos do pai até ali, um ex-soldado e latifundiário, que não queria que o filho passasse a vida toda no campo, queria que ele tivesse a glória dos heróis de Arnária, mas ele não se importava com os desejos do filho. Aldaim se levantou e deu uma piscadela e um sorriso para Eleodora, que retribui o sorriso. Ele então se encaminhou ao altar, em meio as palmas.
- Agora lhe entregamos o titulo de Aldaim Bastarel, ordem de Mendel, sexta classe.
Ao voltar ao seu lugar, Aldaim sussurrou aos ouvidos de Eleodora:
- Vai lá garota, você merece.
A ansiedade aumentou em seu peito, ela sabia que era o próximo nome a ser chamado. Parecia agora que o tempo havia congelado. O pequeno intervalo entre um nome e outro agora parecia ter se alongado para horas. Até que ouviu o anfitrião dizer a frase que ela tanto estava esperando.
- Condecoramos Eleodora Masdofa com o titulo de espadachim – quando ela se levantou não houve salva de palmas, não houveram ovações, nada que fizesse com que aquele momento fosse mágico. Pareceu um pesadelo ouvir as pessoas sussurrando coisas sobre ela, mandando-a largar a mão se tentar virar homem, que precisa apenas que alguém a domesticasse. As únicas duas palmas que ouvia batendo eram as de Aldaim e de seu mestre Mendel. Ao chegar ao altar para receber a medalha, ela pode ver um sorriso consolador em seu rosto. - Agora lhe entregamos o titulo de Eleodora Masdofa, ordem de Mendel, sexta classe.
Após receber a medalha, Eleodora começara a ouvir outra pessoa batendo palmas. Ao se vira viu, depois de todas as pessoas que estavam assistindo a condecoração, seu pai batendo palmas. Uma lagrima escorreu dos olhos dela. Seu pai estava gravemente doente, porém insistira para que ela entrasse na academia, mesmo sabendo que iria ficar sozinho, já que sua esposa havia morrido há oito anos. Eleodora não se importou com mais ninguém, aquela era a maior recompensa de toda sua vida. Ela sabia que ele a amava, jamais demonstrou qualquer remorso pelo fato de que a única herdeira de seu nome era uma mulher, coisa que qualquer homem de Teblas teria feito, nem tampouco a tinha forçado a agir como homem, ele sempre deixava claro que ela podia usar espadas, mas jamais devia se esquecer de que ainda era uma doce e meiga moça. Eleodora viveu por todo esse tempo assim, vivia como uma donzela enquanto não estivesse empunhando uma espada. Seu mestre diversas vezes falava que ela era como uma rosa, delicada, bela e frágil, mas sabia muito bem como se defender. Eleodora não esperou muito até correr em direção ao seu e abraçá-lo. Ela sabia que essa não era uma atitude de um formando da academia, mas não se importava com o que os outros pensavam e diziam, pois se isso a impedisse de fazer qualquer coisa, ela nem teria se formado. Quando abraçou seu pai ele afagou seus cabelos, e disse com uma voz muito emocionada:
- Pa-parabéns querida, estou muito orgulhoso de você. Sua mãe também está com certeza, de onde ela estiver.
- Obrigada pai... Embora eu ainda ache que a mamãe iria me matar se fosse viva quando eu entrei na academia.
Os deram risadas juntos. Eleodora esqueceu toda a cerimônia e foi junto com seu pai para casa. Antes de saírem, Aldaim os alcançou e se dirigiu ao pai de Eleodora:
- Senhor Masdofa, prazer em conhecê-lo, sou Aldaim, companheiro de treino de Eleodora.
- Pai, esse é aquele de quem eu te falava, que me ajudava nos treinos.
- Prazer senhor Aldaim.
- O senhor deve estar muito orgulhos de sua filha.
- Com certeza, é impossível não estar.
- Ela agora será um como um símbolo, não apenas em Teblas, mas em toda Arnária.
Isso era um fato inegável. Teblas possuía uma sociedade extremamente machista, e o fato de Eleodora saber lutar e ter adquirido o titulo de espadachim faria com que ela se tornasse um símbolo de uma força feminina. Embora já houvesse outras heroínas em Arnária, tais quais Asthri Satherlund, Mona Diez e Dalica Olho de Águia, era a primeira vez que uma mulher havia se tornado espadachins. Em geral, as mulheres que recebiam títulos, recebiam títulos de magas ou caçadoras, talvez até de membros da Skyrv, e ainda assim eram as poucas que ganhavam o titulo de heroína e Eleodora não queria ser apenas uma espadachim, ela queria ser mais do que uma arma do exercito. Seu sonho era se tornar a primeira heroína com o titulo de espadachim da história de Arnária e ser lembrada por todos durante gerações.
- De fato, mas agora eu estou muito cansado, Aldaim, se importaria se eu me retirar-se – disse o pai de Eleodora, com uma voz visivelmente fraca. – Apareça em casa para conversamos melhor outro dia.
- Sim, eu com certeza aparecerei – e virando-se para Eleodora – Te verei no baile essa noite?
- Como assim? Irá haver um baile? – disse o senhor Masdofa, surpreso.
- Sim pai, mas eu não irei. – Eleodora possuía certa dose de amargura em sua voz ao dizer isso.
- Por que não? – perguntou seu pai
- Não é o meu lugar.
- Minha filha, ouça: Você merece estar lá tanto quanto qualquer outro, ou até mais. Não se deixe derrotar pelo que os outros falam, eu sei você nunca foi assim.
- Seu pai tem razão Eleodora.
- Mas... Não é o meu lugar...
- Claro que é, Elê – disse Aldaim eu um tom que parecia bronca – você lutou mais do que qualquer um. Você se formou na academia mesmo sofrendo diversos preconceitos durante o caminho, merece curtir essa noite.
- Ta legal, vocês venceram. Vou levar meu pai até a nossa casa e em seguida vou me encontrar com você. Nos vemos lá. – dito isso, Eleodora e seu pai foram até os cavalos e partiram.
A casa deles era simples, porém muito aconchegante. Ficava em um rancho próximo a metrópole, onde o senhor Masdofa plantava alguns legumes para consumo próprio e cuidava de vacas leiteiras já velhas. Eleodora adorava aquele lugar, ainda mais por que sabia que seu pai não podia investir mais naquele rancho. A maior parte do dinheiro que ele tinha foi usada para pagar a estada dela na academia, e isso fazia com que sobrasse pouco para os cuidados do rancho. Ao chegar em casa, Eleodora deixou seus pertences em seu quarto e foi para a cozinha preparar o jantar.
- O que a senhorita pensa que está fazendo? – perguntou seu pai, com um tom de voz nervoso.
- Preparando nosso jantar ué...
- Como assim “nosso jantar”? Você esqueceu que vai ao seu baile de formatura?
- Pai, não começa vai... Ambos sabemos que eu só disse isso para me livrar de ficar ouvindo Aldaim me enchendo.
- Você vai a esse baile sim, mocinha. Você merece isso, se dê uma chance de ficar feliz um pouco.
- Ah claro, e eu vou a um baile cheio de rapazes, onde as únicas mulheres que tem são as mães, tias e noivas deles? E ainda por cima, não tenho uma roupa para ir para um baile pai... Esse meu uniforme de combate não condiz com o luxo de um baile.
Seu pai saiu da cozinha em direção ao quarto, e voltou com uma pequena arca luxuosa, de madeira de primeira adornada com ouro e safiras. Ele o abriu e mostrou para Eleodora. Em seu interior havia um vestido rosa, extremamente luxuoso, junto com uma tiara de prata cravejada de safiras.
- Sua mãe lhe fez esse vestido há alguns anos. Disse que quando você fosse mais moça deveria usar algo digno de sua beleza.
Eleodora olhou para aquele vestido, maravilhada. Ele era tão lindo que faziam suas vestes de batalha que estava usando parecerem apenas trapos feitos de couro. Era algo tão delicado que ela tinha medo de tocar e desmanchar.
- Pai, esse vestido não é para mim. É para moças delicadas e bonitas.
- Por isso que eu estou lhe entregando. Eleodora, você acha que se você não fosse delicada e bonita, você despertaria tanto rancor dos homens da academia? Homens estão acostumados a moças sem trejeitos femininos fazerem alguns serviços braçais, o fato de você não ser uma dessas moças é que te tornou tão especial.
De fato, agora Eleodora estava mesmo querendo ir ao baile, só para usar aquele vestido. Pegou-o e se dirigiu ao seu quarto para vesti-lo. Quase não entendeu quando seu pai disse que ia pedir a um amigo que a levasse ao baile, de tão absorta que estava com aquela sensação. Fazia tanto tempo que estava entre aqueles homens que, se não fosse pelas diferenças básicas, ela quase esqueceu que era uma bonita mulher. Antes de qualquer coisa, ela foi tomar um banho e assim que terminou foi direto para o vestido dentro da arca, deslizou-o pelo seu corpo e o ajeitou todo aquele tecido que estava sobre ela. Fez um penteado para que seu cabelo não ficasse voando com o vento e assumisse um tom mais solene. Colocou a tiara na cabeça, colocou os brincos de sua mãe, calçou as luvas e a sapatilha, e então foi em direção ao espelho. Quase não estava se reconhecendo. Toda aquela expressão dura de guerreira havia abandonado seu rosto, seus olhos verdes estavam bem visíveis sem seu cabelo fazendo sombra sobre eles. A tiara de prata contrastava com os cabelos avermelhado e suas duas únicas mechas que caiam enfrente as suas orelhas adornadas com brincos prateados. O vestido seguia a risca as curvas de seu corpo até a cintura, onde sua saia se expandia até cobrir seus pés.
Abildor, do rancho vizinho, estava conversando com o senhor Masdofa sobre algumas pragas que estavam atacando sua pequena horta. Quando Eleodora cruzou a porta e chegou à cozinha, ele não pode evitar o encanto que se acometeu sobre ele. Não estava mais vendo aquela menina que vivia no rancho antigamente, ou aquela garota vestida com trajes de proteção, que vinha para visitar o pai durante o período de academia. Estava vendo uma mulher que parecia uma princesa, uma boneca de porcelana feita por um dos mais habilidosos artesãos.
- Está muito bonita, pequena Eleodora.
- Obrigada senhor Abildor. – ela fez uma pequena reverencia segurando a barra de seu vestido – Se não for rude de minha parte, gostaria de partir nesse momento, pois o tempo que demoraremos a chegar à metrópole pode ser prolongado devido a algum imprevisto, e eu não gostaria de chegar muito mais atrasada.

Postagem em destaque

Sistema Solar - Doidoclass #7

Bem Vinda Macacada Evoluída ao Doidoclass, o quadro educativo completamente DOIDO do blog NERDOIDOS! Aqui quem fala é seu magnânimo mestre ...

Doidocast

Curtam o Nerdoidos!

Nossos Nerds

Parceiros

Agregadores

Uêba - Os Melhores Links
Colmeia: O melhor dos blogs
Tecnologia do Blogger.

Contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Populares

Arquivo do blog

Marcadores

007 (1) 9GAG (1) A dona aranha subiu pelo telhado (4) A piada é lixosa (3) Achei o novo sabre de luz foda (1) Action Figures (4) Ahhh os anos oitenta! (1) Alguém pediu falência (1) Alien (1) Android (1) Angry Birds (1) Anime (5) Antes inferno que Cidade Tiradentes (1) AoE (2) Apple (1) APRENDE A MEXER NISSO DIREITO! (1) Aquele episódio do Homem Retrospectiva (1) Aquele que te pega atrás do armário (9) Arnaria (4) Artigo (8) Artwork (17) Assassin's Creed (3) Astronomia (2) Aula (3) Avatar (1) Balada (1) Barba (1) Batman (41) BF (1) Bloodborne (4) Boardgame (1) Bonecos do Quarto (50) Bruxeiro (1) BUUUM! HEADSHOT! (1) Caça-Fantasmas (1) Cachaceiro (1) Café (1) Capaz de me chamarem de machista com essa (1) Capitão Falcon (1) Castlevania (1) Ciência (4) Cinema (1) CoD (1) Coffee (1) Comunicado (1) Contos Arnarianos (3) Crossover (21) Cthulhu (2) Cuphead (2) Curiosidades (24) DarkSouls (7) DBZ (14) DC (3) Deadpool (3) Demolidor (5) Desejos (1) Deus tá vendo você fapar e vai exibir num telão no juízo final (2) Deve ficar grudado na boca (1) Devil May Cry (1) Diablo (3) Dicas (35) Digimon (2) Diglett (1) Disney (1) DIY (1) DMC (1) Doctor Who (5) Doidocast (4) Doidoclass (4) Doidogames (83) Dona aranha subiu pelo telhado (2) Doom (1) Dorkly (1) Dr Estranho (1) Dragão (2) É disso que a mulherada gosta (1) E lá se vai o ano arrependido (1) E mais um monte de fps genérico (1) É sério (1) E3 (1) Einstein (1) Ele está atrás de você (1) Eles são mais fodas que você (1) Ensino (1) Entendeu? (1) especial (21) Esse jogo é épico (1) Esse sim está mais louco que o Batman (7) Eu sei que já é terça (1) Eu sei que já passou o natal e estou nem aí (1) Eu seria preso (1) Eu teria a mesma reação (1) Evangelion (1) Ezio (1) F-Zero (1) Fallout (6) Fan-Art (1) Filmes (3) Fim do mundo (1) Final Fantasy (1) Física (18) FNAF (2) Fuck Yea (2) Fullmetal Alchemist (2) FUUUU (2) Gameplay (11) Games (190) Garotas Nerds (18) GdMdG (4) Geologia (1) Ghostbusters (1) Gif (15) GoT (7) Gráficos (7) Gremlins (1) GTA (2) Guardião (1) Harry Potter (8) Holy Avenger (1) Homem de Ferro (6) Homem-Aranha (1) HQ (2) Hulk (1) Humor (21) Imagens (1) Imagina abrir a caixa de um Android e vir a nº 18 dentro (1) Indie (1) Informática (29) Informativos (1) Isso vai doer (1) Já era! (1) Jedi (1) Jokenpô (1) Konami (1) Lembrei da minha escola (1) Lembrei do South Park (1) Lerigou (1) Lições de Vida (3) Liga da Justiça (3) Limited Edition porque velho é limitado (1) Link (1) Livros (3) LotR (16) Macho (1) Magic (1) Magicka é o melhor multiplayer (1) Mago (1) Maluco eu converso com quem eu quiser (1) Mangá (1) Máquina Mortífera (1) Mario (2) Marvel (12) Mas na primeira já ficaria incapacitado (1) Matemática (17) Matrix (5) me processe (1) Medieval (1) Megaman (17) Memes (26) Metal Gear (1) Metroid (14) Minecraft (7) Mitologia (1) MMORPG (2) Momento OOOOOWWWWWNNNNN (11) Mortal Kombat (10) Morte às Aranhas (1) Motivacional (61) Muita gente não vai entender (1) My Roomie (1) N-Hangar (14) Não adianta negar (1) Não adianta olhar (1) Não olhe para trás (1) Não se faça de desentendido (1) nem me roubem (1) Nerd (4) Nerd News (4) Nerdcrazy (508) Nerdlove (7) Nerdoidos Recomenda (30) Nerdoidos TV (42) Ninjas (4) Nintendo (2) Nóis paga nóis ganha (1) Noticias (3) O jogo da peituda lá (1) O que eles despertam o Cthulhu (1) Odeio restaurante que coloca aquela placa de não temos wifi conversem entre vocês (1) Os animaizinhos subiram de dois em dois (1) ou Guaianazes (1) ou Morro do Alemão (1) Ou não (1) Pacman (2) Padre Marcelo Rossi já dizia (1) Pagava pelo Swtor (1) Papa Gabe (1) para depois te devorarem (1) Parceiros (1) Pelo menos não é um Dugtrio (1) Pensei no cara falando Me Desculpem (1) Pior que a teia grudada na boca me lembrou outra coisa (1) Pior que você riu (1) Plano de Dominação Mundial (1) Pokémon (99) Pokemon Go (2) Por favor não me matem (1) PORRA SUPERMAN (2) Portal (3) Pqp eu sou muito engraçado (1) Promoções (1) Pronto falei (1) Quadrinhoteca (71) Quarteto (1) Que delícia (1) Química (3) Quinta Nerd (1) Rei Leão (1) RPG (43) Sabem que estou falando do botão do sistema respiratório (1) Sai do Whatsapp e vai jogar algo de bom (1) SAO (1) Sasha Grey (1) Se você gosta desse jogo você tem uma alma obscura (1) Segunda Nostálgica (108) Seus mente sujas! (1) Silent Hill (1) Sim eu sei cantar Frozen (1) Simpsons (1) Skyrim (10) Só acho que devia ser uma hidden blade de luz (1) Só porque eu curti (1) Só tinha vantagem na evolução do char (1) Sonic (39) sou corinthiano também (1) Spider Man (11) Spider-Man (1) SSB (1) Star Trek (8) Star Wars (102) Steam (3) Steampunk (2) Street Fighter (8) Sua mãe (1) Super Herói (2) Superman (3) Sword Art Online (1) SWTOR (1) Tacale pau Flash (1) Tava sem ideias (1) Tem um botão mais embaixo que ela não apertou (1) TENDEU? TENDEU? ALMA OBSCURA? DARKSOULS? (1) Tendo um dueto (1) Tendo wifi ou não (1) TF2 (1) Thor (1) Tifa meu amor por ti não mudou (1) Tirando a Quinta (5) Tirinhas (21) Tomb Raider (3) Top (3) Traduções (7) Trollada (1) Vampiros (1) veio a burrice e a derrubou (1) Veio o Metabee e a derrubou (1) Vida (1) Videos (161) Vídeos (12) Virtualshackles (20) Vlog (7) Você jamais conseguirá ver (1) Você Sabia? (19) Vocês sabem que é ela (1) Voltar com o blog não foi uma resolução de ano novo mas eu vou cumprir (1) WiiU (1) X-Men (7) Yeah Science! (4) Youtube (5) Zelda (57) Zumbi (17)

O Doido

Total de visualizações